Marcadores

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Esse texto foi produzido por Diego Emir, companheiro do Curso de Jornalismo, ele me entrevistou e o texto abaixo fala sobre mim...


Desinibida, observadora e comunicativa, são algumas características de Jacelena Dourado, acadêmica do curso de Comunicação Social da Faculdade São Luis. A opção de ser uma futura jornalista, habilitação escolhida pela mesma, vem desde pequena, quando já acionava as características fundamentais da profissão: a curiosidade e a expressão.

Jacelena, no quarto período de Jornalismo, ainda mantém a dúvida do que seguir na profissão, característica casual a praticamente todos os estudantes. Mas garante que a sua dúvida fica reduzida entre duas áreas, o terceiro setor ou jornalismo televisivo, lembrando que o segundo ela deseja apenas se “divertir” no de caráter informativo, afinal quem faz uma profissão por desejo e vontade, nunca trabalha e sim tem uma diversão garantida dia-a-dia.

Nascida na geração do “internetê” (língua utilizada por usuários de Messenger, orkut etc), da inteligência coletiva e principalmente do mundo virtual, Jacelena é usuária de novas tecnologias, como orkut, twitter, messenger e os blogues, apesar de que o mais utilizado é o último, a preferência da estudante pela ferramenta deve-se ao fato de poder avaliar sua escrita, falar do que mais tem vontade, preferencialmente temas que tenham humor e que acabam enveredando pela o mundo literário, caso dos poemas, a qual gosta muito, fora o fato de ter a intenção de deixar seus leitores mais informados.

Apesar de ainda estar engatinhando na vida acadêmica, Jacelena Dourado, sonha alto e não irá se contentar apenas com a graduação – “desejo no mínimo mestrado, mas também sonho em buscar um doutorado” – afirma a jovem estudante.

Na profissão de jornalismo, tem muita admiração por Willian Bonner, apresentador do Jornal Nacional (Rede Globo), por caracterizá-lo como um profissional de ótima capacidade apresentação do telejornal, ótimo texto e não ser apenas um ator.

Menina jovem, sonhadora, alegre, espontânea e desejosa de um futuro brilhante, é assim que é Jacelena Duarte Dourado, futura Comunicóloga, profissão que a encanta cada vez mais, deixando-a embebecida com a vontade de conseguir realizar tudo aquilo que deseja, pois como a mesma caracteriza a profissão e a sua pessoa: “o jornalismo também tem sua função cidadã, assim como todos deveriam de ter”, finaliza a futura jornalista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário