Marcadores

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Fabricio Carpinejar


Ontem eu fiquei taão felizzzz!!!
O meu livro Canalha! do escritor Fabrício Carpinejar chegou!!!
Vou devorá-lo aos pouquinhos, para não acabar rápido.


" Se ainda mantém esperança num homem, a mulher não o chamará de pilantra, de crápula, de cretino. Nenhum desses tipos tem possibilidade de conversa. Caso acredite realmente na salvação dele, dirá de uma única vez: CANALHA"....


Conheça o blog do Carpinejar e o blog da Cinthya Verri !!


Té mais!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Ai que dor...É DTM (Desvio Temporomandibular)!!!




Eu tenho problemas de DTM




Há um ano e meio descobri que a minha mandíbula era meio estranha. Ela estalava, sabe? Estalava de uma forma engraçada e até que nem doía tanto... Daí fiz uma consulta e teria que usar um aparelho e fazer um tratamento caro e longo, mas eu relaxei e passei quase um ano sem nem ligar para o assunto que me incomodava só um pouco. É, mas o tempo foi passando e hoje percebo que o que estalava, já não estala e nem faz mais zoada alguma. E não pense que eu fiquei boa não, pelo contrário, eu piorei, e piorei muito!!! E agora dói até demais!!!


Quando fiz a minha primeira consulta com a fonoaudióloga, logo ela detectou o problema e disse: " Meu Deus... Menina, você tem que fazer tratamento urgente, você não consegue articular as palavras direito e deve ter uma mastigação péssima, que pode gerar sérios danos à sua saúde e você terá que usar aparelho....e tal tal tal..." Me assustou bonito!!!


1,2,3.... AÇÃO!!!


Voltei ao consultório agora, só agora:  um ano depois de ter ido pela primeira vez e a minha especialista em dor orofacial examinou , abriu minha boca daqui, dalí, massageou... Ai! Como doeu! Ela explicou que o disco que ajuda a movimetar a madíbula está gasto, logo ele não está mais "estalando", ele foi e não voltou mais... entende? Está parado e dificultando cada vez mais a movimentação. Você sabe o que isso significa dizer? É, agora são só dores e mais dores... Falar, comer, bocejar, seja qualquer esforço, já não me é mais permitido com tanta facilidade.


Resultado: TRATAMENTO URGENTE  E OBRIGATÓRIO, PARA NÃO CORRER RISCOS DE FICAR SEM DENTES!!!


Pra começar fui fazer a documentação ortodôntica. Raio-X daqui, raio-X dali. Panorâmica especial da ATM e aquele molde horrível com uma massa gelada que abriu minha boca excedendo os meus limites. Ai, que dor!


Depois voltei e levei a documentação para ela analisar e ela me explicou que  irei usar um aparelho móvel e muitas sessões de fisioterapia e outras especialidades feitas por ela para normalizar a minha mandíbula..tadinha!!!






 Posteriormente irei arrancar os quatro terceiros molares ("siso"), pois no momento não tenho condição alguma de extraí-los sem poder abrir a boca direito. Depois que estiver tudo "normal", irei usar o aparelho fixo , para colocar cada dente no seu devido lugar. Eles estão muito indisciplinados!!!


 Enfim, na segunda-feira colocarei o aparelho móvel e faço a primeira sessão...volto aqui para contar! Quanto sacrifício!





sábado, 18 de setembro de 2010

Martelando na cabeça.....


Um assunto me trouxe até aqui hoje... Algo que ficou martelando algum tempo na minha cabeça esses dias. Eu acho interessante como as pessoas observam o comportamento das outras e interpretam, por vezes, da maneira que lhes convém e isso não deixa de ser um prejulgamento de algo e isso tem consequências terríveis...


Bom, vamos ao assunto em questão. Uma amiga veio conversar comigo e me chamou atenção sobre uma suposta mudança de comportamento vinda de mim, assim: DE REPENDE!!!


 No início achei aquilo muito estranho, pois as únicas coisas que eu percebi ter mudado foram: o cabelo e também de emprego. Hum!!! Sim, o emprego... Ela falou que desde que mudei de emprego ( pedi DEMISSÃO do EMPREGO que  não era na área que escolhi para um ESTÁGIO na área escolhida) estou diferente, que minhas palavras, meus gestos mudaram... E eu até compreendo que as pessoas possam interpretar que seja por isso, pois como todos buscam uma brecha no mercado e alguem do convívio já conseguiu,( ainda que um simples estágio...) faz sentido.


 Mas sempre comento coisas relacionadas ao trabalho de forma a expandir o mínimo dos mínimos conhecimentos que estou adquirindo. Nossa! Que balde de água ela me jogou...sem talvez perceber... Fiquei reflexiva, mas mais por exigir que devo me auto observar mais... Certo!!! Com isso fui entendendo o que ela, como amiga, estava querendo me dizer! Mas até agora não consegui interpretar da mesma forma que ela e outras pessoas, segundo ela, também observaram... Sei, que sempre falo muito,pode ser que eu tenha expressado demais minha opinião em muita coisa... Será? Pode ser...




De fato, não me sinto mudada nesse aspecto em que ela colocou... Mas percebo que tenho sido mais crítica com as coisas e as pessoas ao meu redor e talvez por isso tenha falado demais e as pessoas não estivessem preparadas para "ouvir".. Mas, vai entender se eles se equivocaram com minhas colocações ou se sou eu que estou falando demais...


Enfim, não estou procurando me justificar em aspecto algum, estou só falando um pouco e tentando decifrar o que tanto martela na minha cabeça.