Marcadores

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

A-MAR-GO MAR...

Óh mar amargo
Amargo mar...
Teu ínicio é tão distante 
Que daqui não posso enxergar...´

És amargo porque tuas águas 
Para mim não podem parar...

Segura tua onda que eu quero te alcançar
E dizer-te que tu me fazes acalmar...

O teu amargo é o reflexo da minha alma
De tanto te admirar
E nunca poder te alcançar...
Óh amargo mar.



Por Jacelena Dourado .....


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Pulseiras do quê????????


Meu Deus, fiquei simplesmente indignada e ABISMADA com essa "historinha" nada interessante de "Pulseira do Sexo"...
Isso já virou febre em várias partes do Mundo... Tudo começou em Londres, mas aqui no Brasil a onda também já pegou.... Sinceramente isso é um absurdo!!!
Cada cor significa algo (uma pior do que a outra):

Amarela –dar um abraço no rapaz;
Laranja – significa uma “dentadinha do amor”;
Roxa – já dá direito a um beijo com língua;
Cor-de-rosa – a menina tem de lhe mostrar os seios;
Vermelha – tem de lhe fazer uma lap dance;
Azul – fazer sexo oral praticado pela menina;
Verdes – são as dos chupões no pescoço;
Preta – significa fazer sexo com o rapaz que arrebentar a pulseira;
Dourada – fazer todos citados acima.

Como é que a inocentes pulseiras coloridas podem ser atribuídos tais significados??? É, quem não quer participar da "brincadeira", mas acha bonito e legal usar pulseiras coloridas é melhor ter cuidado... E por via das dúvidas....melhor não usar!!!
Que coisa mais ridícula e vulgar...


Esse texto foi produzido por Diego Emir, companheiro do Curso de Jornalismo, ele me entrevistou e o texto abaixo fala sobre mim...


Desinibida, observadora e comunicativa, são algumas características de Jacelena Dourado, acadêmica do curso de Comunicação Social da Faculdade São Luis. A opção de ser uma futura jornalista, habilitação escolhida pela mesma, vem desde pequena, quando já acionava as características fundamentais da profissão: a curiosidade e a expressão.

Jacelena, no quarto período de Jornalismo, ainda mantém a dúvida do que seguir na profissão, característica casual a praticamente todos os estudantes. Mas garante que a sua dúvida fica reduzida entre duas áreas, o terceiro setor ou jornalismo televisivo, lembrando que o segundo ela deseja apenas se “divertir” no de caráter informativo, afinal quem faz uma profissão por desejo e vontade, nunca trabalha e sim tem uma diversão garantida dia-a-dia.

Nascida na geração do “internetê” (língua utilizada por usuários de Messenger, orkut etc), da inteligência coletiva e principalmente do mundo virtual, Jacelena é usuária de novas tecnologias, como orkut, twitter, messenger e os blogues, apesar de que o mais utilizado é o último, a preferência da estudante pela ferramenta deve-se ao fato de poder avaliar sua escrita, falar do que mais tem vontade, preferencialmente temas que tenham humor e que acabam enveredando pela o mundo literário, caso dos poemas, a qual gosta muito, fora o fato de ter a intenção de deixar seus leitores mais informados.

Apesar de ainda estar engatinhando na vida acadêmica, Jacelena Dourado, sonha alto e não irá se contentar apenas com a graduação – “desejo no mínimo mestrado, mas também sonho em buscar um doutorado” – afirma a jovem estudante.

Na profissão de jornalismo, tem muita admiração por Willian Bonner, apresentador do Jornal Nacional (Rede Globo), por caracterizá-lo como um profissional de ótima capacidade apresentação do telejornal, ótimo texto e não ser apenas um ator.

Menina jovem, sonhadora, alegre, espontânea e desejosa de um futuro brilhante, é assim que é Jacelena Duarte Dourado, futura Comunicóloga, profissão que a encanta cada vez mais, deixando-a embebecida com a vontade de conseguir realizar tudo aquilo que deseja, pois como a mesma caracteriza a profissão e a sua pessoa: “o jornalismo também tem sua função cidadã, assim como todos deveriam de ter”, finaliza a futura jornalista.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Poesia do Ladrão- Best Friend!!!!!!


A pedidos...


O ladrão de hoje é diferente do de antigamente,
E até a abordagem mudou completamente!
De "passa tudo vagabundo" Mudou para
"Ei minha colega, ei, passa tudo".

O jeito calmo de falar também é novidade
Te olham com uma cara que dá até piedade!

E quando pegam suas coisas e já estão prontos pra irem embora
Dão 'tchauzinho' e caem fora!

A única coisa que não muda é a cara de pau...
Essa eu acredito que é parte do manual!!!!


Por JACELENA DOURADO 28/01/2010
Inspirada no meu assalto......hehehehhe

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Este é um trabalho feito por mim na faculdade, aproveito o espaço para divulgar minhas produções acadêmicas.Disciplina: Lab. Midia Impressa III.

Visitem o blog dele:http://diegoemir.blogspot.com/

Vida de Acadêmico... Com Diego Emir.

Diego Emir é um jovem estudante que segue o curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Nesse contexto ele demonstra muita seriedade e dedicação. Apesar de ainda estar na metade do curso, ele já exibe características de um bom profissional, dentre elas algumas se destacam: dedicação e desempenho.

O jovem estudante traz consigo influências da família no que diz respeito ao hábito e gosto pela leitura, influência essa que o fez despertar em relação á vontade de escrever. Seu pai é jornalista, mas não foi necessariamente esse fator que fez com que Diego decidisse a carreira a qual seguir, porém ajudou em determinados pontos como o aprendizado com a convivência.

Em relação ao ramo do jornalismo a qual ele deseja seguir, ele deixa claro que sua paixão é mídia impressa com grandiosa ligação à economia e a política, mas ultimamente também o jornalismo esportivo tem lhe despertado interesse. E não pára por aí, o jovem estudante além de jornalista também será um grande cientista social. Diego mostra claramente o seu gosto e interesse pelos estudos e pesquisas. Não deixando sua modéstia de lado ele afirma que dentre seus sonhos, se tornar um grande estudioso, afinando seu lado intelectual é muito intenso.

Enfim, com todos esses aspectos, incluindo o gosto pela leitura e pela escrita, que se pode esperar de Diego Emir com tamanha dedicação e entusiasmo é fora do comum.



quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Opa.... outra área


Certa vez fui numa casa de shows com uns amigos e amigas, detalhe: primeira vez..... conhecendo o local.... Mas sabia que havia vários ambientes e tal.
Quando cheguei lá, me amarrei, muito bom , super divertido, no primeiro ambiente era música eletrônica, Djs tocando funk e tudo misturado. No segundo ambiente, logo após subirmos as escadas havia Rock, com uma banda ao vivo-AUTORAMAS. Mas uma outra escada me chamou atenção, pois muitas pessoas subiam e desciam, estava praticamente "congestionado", então falei " ei gente, vamos subir lá, deve estar bombando". Fomos e eu toda empolgada fui na frente, no maior aperto subimos, mas quando cheguei achei estranho e percebi que tinha que voltar.... Mandei a galera descer e eles ficaram sem entender nada.... E eu toda sem graça falei " Lá é área para fumantes"!!!!
Todos começaram a rir ... E eu fiquei com cara de babaca....ehhehhe


Jacelena Dourado